Medicina integrativa: o que é e qual a sua importância na prática médica?

Medicina integrativa: o que é e qual a sua importância na prática médica?

No dias atuais é comum que as pessoas busquem novas formas de tratamento. Os métodos mais eficientes e humanizados são uma exigência que os pacientes fazem em relação aos profissionais da saúde.

Uma das novas tendências de tratamentos e formas de medicina alternativa é a medicina integrativa, um método que, trata o paciente de forma integrada e humanizada.

O que é a medicina integrativa?

A medicina integrativa é conhecida como a prática médica que se preocupa em oferecer ao paciente um tratamento, que trata não apenas a doença, mas sim ele como um todo.

A relação de médico e paciente é de grande importância para essa prática, pois todo o tratamento é baseado na individualidade do paciente, e é levado em consideração a sua personalidade e a forma como se relaciona com o mundo.

No tratamento, todos os impactos que podem influenciar na vida do paciente são levados em consideração pois eles reconhecem não apenas os sintomas, mas situações de estresse, alimentação, e outros.

Durante todo o tratamento, os profissionais que auxiliam tem como objetivo conseguir as melhores condições para o paciente, buscando não somente a cura de uma doença, mas a melhora na qualidade de vida.

A prática da medicina integrativa é composta por diversos profissionais da saúde além dos médicos, como nutricionistas, enfermeiros,fisioterapeutas, psicólogos, entre outros. É feito todo um trabalho em conjunto para oferecer o melhor atendimento ao paciente.

Esse trabalho em equipe é baseado no princípio de que outros aspectos além dos biológicos, como problemas emocionais, podem gerar doenças.
Apesar de uma doença não estar diretamente relacionada com uma forma de alimentação, adotar um hábito alimentar saudável e equilibrado pode ajudar no tratamento. Durante todo o tratamento da medicina integrativa, métodos tradicionais, se juntam a outras formas de tratamento como yoga, massagens, acupuntura, meditação, entre outros.

Confira a seguir as principais vantagens da medicina integrativa.

Quais são as principais vantagens da medicina integrativa?

Com a nova procura por outras formas de tratamento se tornado cada vez mais comuns, e os médicos também estão buscando se atualizar oferecer um atendimento integrado para os seus pacientes, seja através de seus consultórios, hospitais ou sociedades.

Veja algumas das principais vantagens de adotar esse método nas suas práticas médicas.

Melhora na relação entre médico e paciente

Um dos processos fundamentais na medicina integrativa é o vínculo criado entre médico e paciente.Tendo um olhar mais humanizado, o profissional enxerga todos os lados do paciente, sabendo escutar para construir assim uma relação mais duradoura e eficaz.

Não é suficiente conhecer apenas os sintomas presentes, é preciso conhecer o paciente, a sua rotina, como é sua vida social, como se encontra sua situação financeira, tendo assim uma visão do paciente como um ser humano.

É importante reforçar, que mesmo com essa nova prática médica, os profissionais da saúde não perdem, sua importância, inclusive, os médicos trabalham como parceiros do paciente durante todo o tratamento. Além disso, o paciente participa de todas as tomadas de decisões sobre sua saúde.

Dessa forma, é natural que o paciente se torne agente da sua própria saúde e não apenas um elemento passivo. Essa mudança de perspectiva permite melhores resultados e maior comprometimento tanto do profissional quanto do paciente.

Prevenção de doenças

A medicina integrativa cuida do paciente e não apenas da doença, então muitos aspectos são trabalhados, mesmo que não sejam ligados diretamente à doença.

Um exemplo claro, é que com a ajuda de acompanhamento psicológico e florais, um paciente acima do peso pode aprender a lidar melhor com as situações de estresse presentes no cotidiano.

Assim, você ajuda tanto no tratamento do seu paciente, como na prevenção de futuras intervenções médicas tradicionais, como uma possível cirurgia bariátrica.

Dessa forma, os médicos conseguem auxiliar na curar de uma doença e prevenir outras que podem aparecer com o tempo.

Aumento de qualidade de vida para os pacientes

Como já apresentado, na medicina integrativa o paciente deixa de ser inativo durante todo o tratamento, começa a participar integralmente e permite a promoção da própria saúde.

Como esse método apresenta para os médicos uma visão completa do paciente, várias técnicas são usadas para a cura ou prevenção de doenças, possibilitando resultados ainda mais eficazes.

Além da medicina tradicional, a prática de ver outros aspectos do paciente como o lado psicológico, emocional, e até mesmo o espiritual, torna o tratamento mais amplo e completo.

Com esse amplo tratamento, a qualidade de vida do paciente apresenta melhoras, afinal, uma boa saúde vai além de apenas curar doenças, mas buscar o equilíbrio e uma forma de prevenir durante toda a vida. E é isso que a medicina integrativa aborda.

Este artigo foi útil para você? Seu feedback é muito importante para nós. Deixe seu comentário, curta, compartilhe e assine a nossa newsletter!

Cadastre-se

Se cadastre para receber os últimos artigos e notícias sobre saúde, nutrição, emagrecimento, combate ao envelhecimento e muito mais!

dr douglas gomes 2

Dr. Douglas dos Santos Gomes

CRM-PA 3395 | CRM-TO 1432 | CRM-MA 2256

Açailândia - MA - Rua Rio de Janeiro, Nº. 255, Centro (65930-000)
Fone: (99) 99103-0469